sábado, 3 de março de 2012

Mai uma do natal rubro-negro.

Por ROBERTO VIEIRA

3 de março de 1953 nunca existiu

Tudo sonho

Sonho chamado futebol.

Seu Antunes não existiu

Tudo invenção portuguesa

Com certeza

Nando nunca jogou no Ceará

Nem foi perseguido por coturnos e gorilas

Edu jamais fez gol de letra

Antunes nunca brincou de pipa em Quintino

Zico então,

Nunca existiu esse menino.

Como nunca existiu o Flamengo campeão.

Toda essa história é mistério profundo

Coisa do sobrenatural

Não me leve a mal

Porém Adílio, Andrade e Tita foram vendidos ao Coritiba

Raul encerrou a carreira no Atlético Mineiro

Leandro tornou-se campeão de futivôlei

Júnior retornou a João Pessoa

Júnior nunca recebeu passe açucarado contra Fillol

Nem o Doutor

Milhões de brasileiros podem dormir felizes

- o Brasil não perdeu da Itália em 1982.

Foi desclassificado pelos russos depois do frango do Valdir.

A França não ganhou da gente nos pênaltis em 1986

- Platini acabou nossa festa nos noventa minutos.

Zico é mais uma destas lendas cariocas

Como Cristo Redentor

Como fenícios na pedra da Gávea

Como a rua Nascimento e Silva, 107.

O River Tênis Clube existiu é verdade

A rua Lucinda Barbosa, também

Bria, idem

Bria barrando moleques nos treinos.

Mas ninguém

- eu disse ninguém

- jamais ouviu falar de faltas no ângulo sem piedade

Equações abstratas perfeitas

do moço loiro de camisa vermelha e preta.

Não existindo Antunes

Nem Nandos, nem Edus, nem Arthur

Ficam felizes os idiotas da objetividade

O Flamengo do século XXI

As patrícias

Os maurícios

Os que brincam de reescrever a realidade

Chutando no balde da história o símbolo da própria história.

Resta apenas a realidade

Realidade tão bela e simétrica

Perfeita e singela

Que de tão verdadeira

Parece nos iludir por uma vida inteira.

Zico nunca existiu.

Feliz aniversário, Zico!

Que você e seu futebol volte ao lar original

Guri empatando o jogo contra o Botafogo

Diante de cento e cinqüenta mil pessoas no maior do mundo

Todas sonhando

Esfregando os olhos

Beliscando os braços

Pois sonho é a matéria prima do craque genial…





retirado do blog do juca...
e ficou do caralho... muito bom...





Outras postagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Devido a brincadeiras de mal gosto e comentários trolls, os comentários serão moderados a partir de agora. Agradeço a compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...