segunda-feira, 9 de abril de 2012

Modelos Atômicos: Thomson.

Começa aqui mais uma etapa de como o seu humano alterou sua compreensão do universo em seu aspecto microscópico.

Thomson é a bola da vez.


Cerca de nove décadas se passaram desde o modelo anterior, proposto por Dalton. Quem olha rapidamente para este cenário pensa que muito tempo se passou para o "pouco" acrescentado.

Mas aí é que está.

Nesse mesmo período o ser humano desenvolveu-se tecnologicamente com amplitude de áreas e velocidades jamais vistas até então. Homens como Faraday, Maxwell e Ampère ajudaram a desenvolver a física do eletro-magnetismo.

Desenvolvimento este tão bem aproveitado por Tesla e Thomas Edison, dois inventores que foram capazes de levar a simples ideia da eletricidade à invenção das lâmpadas, dos geradores e da iluminação pública.

A partir disso, eletricidade e equipamentos eletrônicos se tornariam cada vez mais comuns, seja em ambientes domésticos ou laboratórios. É neste contexto que entra o tubo de raios catódicos, uma peça fundamental de aparelhos de televisão e monitores de tubo.

Mas no final do século XIX, tal dispositivo serviu para algo um pouco mais simples e não menos importante a detecção de que o elétron é parte constituinte da matéria, sendo parte do átomo, portanto.


O tubo consiste de uma ampola de vidro na qual o ar foi rarefeito por uma bomba de vácuo (veja aquela pontinha em cima da palavra raios na figura acima) e uma bateria se conectou às extremidades indicadas por Cátodo e Ânodo.

Raios de coloração azul atravessaram o tubo ainda assim, entraram em cena os elétrons.

É importantíssimo notar que Dalton nada havia comentado sobre eletricidade e o átomo. Digno de observação também é o fato de o experimento de Thomson apontar apenas para esta natureza elétrica.

Com isso, Thomson acrescenta apenas os elétrons ao modelo de Dalton, deixando o restante inalterado. Sendo assim conhecido por "pudim de passas".


Todo cuidado com analogias nesta etapa é fundamental, o nome do modelo diz respeito à distribuição dos elétrons (passas), de carga negativa, por uma massa uniforme e positiva, que contrabalanceia a eletricidade, tornando o átomo neutro.

Os elétrons se distribuem pela superfície e interior do átomo como o fazem as passas em um pudim de passas ou as frutas cristalizadas em um panetone, nada mais. O átomo, na concepção de Thomson e seu contemporâneos continua com forma esférica.

E com o iminente desenvolvimento de novas tecnologias e descobertas surpreendentes em outros ramos, o átomo assombrou a humanidade quando se apresentou de fato. Mas veremos no modelo  seguinte.








Outras postagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Devido a brincadeiras de mal gosto e comentários trolls, os comentários serão moderados a partir de agora. Agradeço a compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...