segunda-feira, 25 de junho de 2012

Sertanejo Onomatopeico.

Outro dia recebi uma mensagem com uma sugestão de texto vinda do Monge. Já faz mais de mês que isso aconteceu, mas hoje a ficha caiu...


Me foi sugerido abordar um tema musical. Sertanejos onomatopeicos mais precisamente. 


Já me ocupei de falar mal de outros gêneros numa postagem bem no começo do meu blog. Mas hoje o texto é dedicado ao sertanojo, como sempre gosto de lembrar. Veja a imagem:


Nela temos um violão, um chapéu e par de botas. Dois desses objetos claramente remetem à roça, à fazenda. Nos lembram bosta de boi, plantação de café e da vida interiorana.

Pois é sobre isso que Sérgio Reis e tantos outros passaram suas vidas cantando. Até coloquei o link do site do cara por ser bem provável que a turminha de hoje não o conheça.

Mas voltemos. Vieram o anos 90. Zezé e Luciano, Leandro e Leonardo foram o pioneiros da massificação do sertanejo. Que deixou de sê-lo. O que eles cantaram e ainda cantam é um festival de bolero à brasileira muito distante do cotidiano de um roceiro, com todo o respeito que o termo merece.

A verdade é que as pessoas não estão interessadas em modas de viola. Pois estas são difíceis de lembrar, precisam de músicas com refrões simples e repetidos milhares de vezes durante a mesma execução de uma só música. Ao vivo, multiplique o total de refrões por quatro ou cinco.

E como é normal de acontecer com qualquer gênero musical, o sertanojo evoluiu. Ou seria melhor dizer que involui? Creio que depende do ponto de vista. Para o  público alvo desse gênero, o sertanojo onomatopeico atende e muito à deficiência de massa cefálica quando a árdua missão é lembrar a letra.


Mesmo quem não gosta, sabe o que significa essa bosta. Mas é assim. Existem músicas e músicas. E penso que o tipo escutado por uma pessoa diz e muito sobre sua inteligência e, em alguns casos, até sobre seu caráter. Mas isso é papo pra outro texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Devido a brincadeiras de mal gosto e comentários trolls, os comentários serão moderados a partir de agora. Agradeço a compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...