terça-feira, 26 de junho de 2012

Circuitos Elétricos: Introdução.

Iniciamos o estudo da eletrodinâmica, setor da física no qual estudamos as cargas elétricas em movimento e como as propriedades a elas associadas se comportam.

O primeiro objeto de estudo será o circuito elétrico. Constituído, a princípio, de três componentes, no mínimo.




¬ Uma bateria, representada pelas linhas paralelas de tamanhos diferentes. A maior delas é o pólo positivo e a menor delas é o negativo. A bateria estabelece uma ddp (diferença de potencial) sobre o circuita, representada por U e medida em Volts (V).

¬ Um resistor, representado por linhas franjadas ou em zigue-zague. A propriedade a ele atribuída é a resistência R, medida em Ohm (Ω), que é literalmente, a resistência oferecida pelo objeto à passagem de corrente elétrica (i), um fluxo contínuo (em sentido único) de elétrons através do material e medido em Ampére (A).

¬ Fios ideais, passam quase despercebidos. São as linhas contínuas e "lisas" conectando bateria (s) e resistor (es). Por definição, não apresentam resistência à passagem de corrente elétrica.

Reunindo os componentes acima citados e conectando eles, sem interrupção, a ambos os polos da bateria, teremos a passagem da corrente elétrica convencional pelo circuito sempre do pólo positivo para o negativo. Hoje sabemos que acontece o contrário, mas, do ponto de vista matemático, o resultado é o mesmo.

Para circuitos formados por resistores cuja resistência permanece constante, independente da ddp a eles aplicada, teremos a seguinte relação matemática entre ddp, corrente elétrica e resistência:

U = Ri

Esta relação será aplicada a circuitos em geral (pois há uma ddp global a eles aplicada) e a resistores em específico.

Exemplo: Uma bateria de 30 V é ligada em circuito a um resistor de 600 Ω, determine a intensidade da corrente elétrica que passa pelo resistor.

Solução: Assumindo que o circuito descrito no exemplo é como o da figura acima, temos que a corrente elétrica terá uma intensidade de 0,05 A (30/600), pois i = U/R.

É importante lembrar que corrente elétrica circula apenas em circuitos fechados, não em abertos. Por isso, atenção à descrição e a uma possível imagem são fundamentais.

Na próxima parte: associação de resistores em série e paralelo. Dúvidas, sugestões e comentários quaisquer são bem vindos.

2 comentários:

  1. Rafaeel Bonfiolli26 de junho de 2012 23:15

    Ta boa a explicaçao Paulo. Vai dar um ajuda no enem ahuahua abraçao

    ResponderExcluir

Devido a brincadeiras de mal gosto e comentários trolls, os comentários serão moderados a partir de agora. Agradeço a compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...